Eu contra eu mesmo…

Publicado em 30 março 2017

google imagem

google imagem

Esse título é muito sugestivo, entre todos os nossos problemas o pior é aquele criado por nós mesmos, porque na verdade ele é muito simples de ser resolvido, é só a gente mudar, agir diferente da forma que sempre age e pronto! Acabou a crise.
Mas querer mudar é o grande problema, para gente sempre é mais fácil mudar todas as pessoas que nos cercam, todos os conceitos e até mudar o mundo para que ele se encaixe na nossa forma de ser.
É o sonho de todos nós, imagina como seria fantástico todo mundo aceitando tudo que eu penso, tudo que eu quero, minha vontade sempre sendo realizada.
Já pensou o filho chegando para o pai:
_ Pai, hoje eu não vou para a escola porque quero ficar jogando videogame.
_ Ok, meu filho fique à vontade.
O empregado falando para o patrão:
_. Hoje eu vou sair mais cedo porque estou cansado (mal chegou à empresa). Ah! E vou querer um vale?
_. Pode ir, sim. Só não esqueça de passar no financeiro e pegar quanto quiser.
Esse seria o mundo perfeito, não é verdade!?
Mas ele não é real, ele só existe dentro do nosso desejo egocêntrico de querer ser o centro de tudo.
Na verdade, nós precisamos lutar contra isso, precisamos deixar de querer ser o reizinho, imperador de tudo, para dar lugar à paz, saber reconhecer que cada um tem seu ponto de vista, que o mundo tem suas leis e que para eu vencer é preciso primeiro derrotar a mim mesmo, reconhecer a possibilidade que eu estou enganado, que eu estou errado.
Existia um homem muito poderoso, um herói de guerra chamado Naamã, mas era leproso.
” Naamã, o comandante do exército da Síria, era muito respeitado e estimado pelo rei do seu país porque, por meio de Naamã, o Senhor Deus tinha dado a vitória ao exército dos sírios. Ele era um soldado valente, mas sofria de uma terrível doença da pele. (II Reis 5: 1)
Esse grande homem tinha tudo, que alguém poderia sonhar, dinheiro, fama e poder. Porém nada lhe dava prazer porque estava doente. Enquanto tudo em volta era perfeito, dentro de Naamã estava o desânimo, as dores, os medos, e o pior, a certeza que aquele problema o destruiria por não existir cura.
Ao ser informado que tinha um homem de Deus nas redondezas que poderia lhe ajudar ele não contou conversa, juntou vários soldados subiu em seu cavalo, cheio de pompas de um grande herói que era, foi falar com o profeta Eliseu. Mas ao chegar com a sua comitiva ele nem foi atendido por Eliseu. Através de um empregado ele mandou dizer para o comandante se lavar sete vezes no rio Jordão, para ficar curado.
Naamã ficou indignado;
_ Como pode um grande herói de guerra, capitão do exército ser recepcionado dessa forma?
Nem a enfermidade era capaz de diminuir o orgulho de Naamã. E na verdade esse era o grande problema dele, como de muitos de nós. Queremos tudo, mas não estamos dispostos em abrir mão de nada. Mas Deus usou o profeta daquela forma, para primeiro tratar o caráter do comandante.
Naamã ainda pensou em desistir, porque quando somos confrontados pelos nossos erros nos irritamos, nos revoltamos. Mas seus soldados conversaram com ele e o fizeram mudar de ideia.
_Capitão se o profeta pedisse alguma coisa difícil, o senhor não faria? São só alguns mergulhos.
Foram sete mergulhos:
Cada um tratando algo na vida daquele homem.
“Então Naamã desceu até o rio Jordão e mergulhou sete vezes, como Eliseu tinha dito. E ficou completamente curado. A sua carne ficou firme e sadia como a de uma criança. Depois ele voltou com todos os seus homens até o lugar onde Eliseu estava e disse:
— Agora eu sei que no mundo inteiro não existe nenhum deus, a não ser o Deus de Israel; agora, pois, peço-te que aceites uma bênção do teu servo. ” (II Reis 5.14).
O homem que chegou até o profeta como o capitão do exército, o grande herói de guerra, sai como um simples servo.
Existe uma saída, um caminho, uma esperança. Ele está sempre pronto para nos ajudar. Jesus conhece nossa natureza, e principalmente nossas fraquezas. Nunca iremos pegá-lo de surpresa, porém seu amor nunca deixará de nos surpreender.
— Venham a mim, todos vocês que estão cansados de carregar as suas pesadas cargas, e eu lhes darei descanso. Mateus 11:28 (NTLH)
A simplicidade do Mestre II
Pr. Marcone Lázaro


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Sugestão de Leitura
Enquete

Deus pode usar a doença para provar uma pessoa?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...
Lista de Links
Copyright 2007-2012, Jota7.com - Todos os direitos reservados.