Requerimento que trata sobre intercambio entre EUA e Brasil é aprovado na Câmara

Publicado em 30 novembro 2016

 

 

Um requerimento do deputado Hiran Gonçalves (PP-RR), aprovado na semana passada na Comissão destinada a Estudar o Processo de Inovação e Incorporação Tecno­ló­gica no Complexo da Saúde no Brasil e no mundo (CETECSAU), vai concre­tizar uma das iniciativas deste fórum de realizar, em missão oficial, uma visita técnica às em­pre­sas e universidades dos Estados Unidos que se destacam na indústria da saúde. O objetivo é fazer com que as experiên­cias bem-sucedi­das neste país agreguem valor aos projetos de inova­ção tecnológica na área de saúde do Brasil.

No plano de trabalho, também de autoria do parlamentar que é relator da comissão, está prevista a visita a algumas insti­tuições nacionais e inter­nacio­nais, como o Centro para Controle e Prevenção de Doenças (CDC) de Atlanta, nos Esta­dos Unidos, e grandes empresas que pro­duzem medi­camento nos EUA. Este plano foi aprovado na reunião. Segundo Gonçalves, o foco inicial dos trabalhos nos EUA é porque este país é responsável por 40% de tudo que se produz no mundo em termos de novas tecnologias em saúde.

O CDC de Atlanta concentra a atenção nacional sobre o desenvolvimento e aplica­ção de contro­le de doenças e prevenção. É especialmente central a sua atenção nas doen­ças infec­ciosas de origem alimentar, patógenos, saúde ambiental, segurança e saúde, pro­mo­­ção da saúde, prevenção de lesões e de educação destinadas a melhorar a saúde dos cida­dãos dos Estados Unidos.

O plano de trabalho apresentado pelo deputado Hiran Gonçalves será o guia dos trabalhos da comissão. De acordo com o parlamentar, esse roteiro envolve uma discussão com entida­des que são responsáveis pelas introduções de novas técnicas no Sistema Úni­co de Saúde (SUS) e a retirada de técnicas que já não são tão usadas.

Outro ponto destacado é que este plano dará condições para que se possa fazer uma mensuração de quanto custa o uso das novas tecnologias no serviço de saúde. “Pro­mo­ver a introdução de uma nova tecnologia envolve, muitas vezes, um custo tão alto que o gestor tem que ter a sensibilidade para saber pesar se a introdução daquela tecnologia vai trazer benefício, para quantas pessoas, o quanto é importante e qual sua abrangência”, salientou Gonçalves. Ele destaca que esse é um setor difícil de mensurar, uma vez que envolve ética, bioética, planejamento e muitos recursos.

No requerimento foram sugeridas visitas à outras instituições, entre elas a Univer­sidade de Harvard e companhias multinacionais americanas que se destacam na produção de medicamentos e equipamentos médicos, como a Johnson & Johnson Medical, a GE Healthcare, a Pfizer e a Novartis. Os membros da comissão designados para fazer o inter­câm­bio também vão ter a oportunidade de visitar a Comissão de Saúde do Parlamento Americano, em Washington. A data da viagem ainda não foi definida.

De acordo com o presidente da Comissão, deputado Juscelino Filho (DEM-MA), o objetivo é conhecer o modelo utilizado nos Estados Unidos, o que auxiliará a pensar a incorporação das novas tecnologias para a promoção da saúde da população brasileira. “Essas visitas nos oferecem obtenção de conhecimento ímpar, podem ajudar a identificar experiências exitosas a serem apresentadas em evento internacional desta Comissão na Câmara dos Deputados e atrair empresas de vanguarda para que implantem centros de inovação no Brasil”.

O mercado mundial de equipamentos médicos e materiais é calculado em cerca de US$ 210 bilhões e é significativamente concentrado nos países desenvolvidos, em especial nos Estados Unidos, que respondem por mais de 40% do mercado internacional. A maior multinacional do setor é a empresa Johnson & Johnson com vendas de US$ 23,2 bilhões, seguida pela também americana GE, com US$ 17 bilhões.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Sugestão de Leitura
Enquete

Deus pode usar a doença para provar uma pessoa?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...
Lista de Links
Copyright 2007-2012, Jota7.com - Todos os direitos reservados.