Ética nas mídias e ética na religião: quem se habilita?

Publicado em 22 março 2012


Magali do Nascimento Cunha, jornalista, doutora em Ciências da Comunicação, professora da Universidade Metodista de São Paulo (Faculdade de Teologia e Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação) e autora do livro A Explosão Gospel. Um Olhar das Ciências Humanas sobre o cenário evangélico contemporâneo (Ed. Mauad) faz uma oportuna reflexão sobre a disputa Rede Record x Apóstolo Valdemiro Santiago.
Em artigo, Magali, além de apontar que denúncias e ataques que envolvem lideranças religiosas que têm presença nas mídias não são novidades a autora faz uma importante reflexão sobre ética na imprensa e a ética religiosa.
[b]Leio o texto na íntegra: [/b]
Estamos assistindo, nesta semana, a mais um capítulo não-inédito do espetáculo da religião nas mídias: a [b]reportagem de Marcelo Rezende (e toda a repercussão dela), veiculada noprograma Domingo Espetacular, da Rede Record[/b], na noite do último 18 de março, quedenunciou supostas práticas de uso ilícito das arrecadações financeiras da Igreja Mundial doPoder de Deus, especialmente da parte do líder maior, o apóstolo Valdemiro Santiago.
Explicar o porquê dos termos-chave da frase que abre este pequeno artigo – capítulo não-inédito, espetáculo, religião nas mídias – é, ao mesmo tempo, buscar compreender osignificado deste componente do cenário evangélico no Brasil.

[b]Capítulo não-inédito[/b]
Denúncias e ataques que envolvem lideranças religiosas que têm presença nas mídias não são novidade: no rádio são muitos os exemplos de pregadores referindo-se negativamentea outros, há várias décadas; na TV, exposição pública mais destacada por conta das imagens,o fato considerado mais marcante aconteceu em 1995: o desencadeamento de uma série deataques, da [b]Rede Globo contra o bispo Edir Macedo[/b], da Igreja Universal do Reino de Deus(IURD).

Em 2002, foi a [b]Igreja Renascer em Cristo o alvo de críticas nas mídias[/b], especialmente das mesmas Organizações Globo. A partir de matérias-denúncia, de capa, publicadas na RevistaÉpoca, da Editora Globo, em duas semanas consecutivas, com repercussão em jornais, no rádioe na TV, a Renascer e seus fundadores, o casal Estevam e Sônia Hernandes, passam a ser alvode matérias-denúncia quanto a desvio dos fundos arrecadados pela igreja e pela fundação que leva o mesmo nome.

[b]O capítulo desta semana, portanto, não é inédito[/b], como também não é inédito que personagens religiosos midiáticos protagonizem combates entre si. Em 2010, entrando por 2011, os embates entre o [b]bispo Macedo e o pastor da Assembleia de Deus Vitória em Cristo Silas Malafaia[/b] se intensificaram e tiveram espaço na TV, no rádio e na internet por meio dos sites e blogs dos religiosos, de vídeos no Youtube e das redes sociais com manifestaçõesde partidários. Em 2011, a Record reforçou a disputa com matéria no programa Domingo Espetacular, com crítica à prática de cair no Espírito, ou Bênção deToronto, respeitada e adotada por vários grupos evangélicos. Nessa etapa de confrontos,outros religiosos midiáticos também foram envolvidos, como o pastor do Ministério Tempode Avivamento e deputado federal [b]Marcos Feliciano[/b], até os cantores gospel, classificadospor Edir Macedo como endemoniados. Não é surpresa que o pastor Silas Malafaia tenha sepronunciado, de imediato, pela Internet, sobre a matéria deste domingo, 18 de março, nãoisentando Valdemiro Santiago, mas acusando o bispo da IURD com a seguinte frase:[b] -O resumo da historia é este: o sujo falando do mal lavado. Todos farinha do mesmo saco-.[/b]

A matéria do Domingo Espetacular contra a Igreja Mundial deixa claro que o apóstolo Valdemiro Santiago, pastor dissidente da IURD, tem por prática pregar contra a IURD e fazer acusações contra o bispo Edir Macedo em seus programas na TV. Durante os dias posterioresao programa da Rede Record, Valdemiro Santiago tem apresentado sua defesa, garantido aos fieis da igreja que já entrou com processo contra a Rede Record para obter direito de resposta e desferido novos ataques à IURD e ao bispo Macedo, a quem trata como -eles-.

[b]A lógica do espetáculo[/b]
Estas constatações nos levam a um outro termo usado na primeira frase deste texto:espetáculo. Não se pode assistir a estes acontecimentos sem ter a compreensão de que eles são um espetáculo, uma demonstração pública, o sentido mais lato do termo. O filósofo Guy Debord chama atenção para isto em sua análise da sociedade contemporânea: o espetáculo é a aparência que confere integridade e sentido a uma sociedade esfacelada e dividida. Dessa maneira, por meio da ação das mídias, as relações entre as pessoas transformam-se em imagens e espetáculos. O espetáculo não é um conjunto de imagens, mas uma relação social entre pessoas, mediada por imagens.

Com a religião nas mídias não é diferente: esta presença se consolida na trilha culturadas mídias, que é a lógica do espetáculo: os milagres , os exorcismos, os cultos-imagem, aexposição dos religiosos espetaculares, e… as brigas e os fatos inusitados… Tudo isto em torno da lógica midiática que passa pela visibilidade dos emissores e a captação de receptores, e,consequentemente, de consumidores. .

[b]A religião de mercado[/b]

Religião midiática é mercado cultural, é religião de mercado. A fé, nesse caso, é uma produçãoao redor da qual circulam produtos, bens e serviços, oferecidos para financiar a presença dos grupos que têm poder financeiro nas mídias, e as consequentes ampliação de visibilidadee busca de hegemonia no cenário religioso. No sentido estabelecido pela sociedade do espetáculo em que para ser visto, conhecido e acreditado é preciso estar nas mídias, grupos religiosos já são formados com esta compreensão e com este projeto pastoral de visibilidadesocial e ocupação de espaços, tendo seus públicos-alvo previamente determinados. Não é difícil visualizar, no crescimento da presença midiática da Igreja Mundial, que Valdemiro Santiago é discípulo de Edir Macedo e dos outros líderes da IURD e, na prática, segue seuspassos.

[b]Discernindo…[/b]
O que assistimos nesta semana [b]é nada menos do que mais um episódio da prática da concorrência de mercado tanto midiático quanto religioso[/b]. O que parece ser um duelo entrelíderes e preceitos religiosos é, de fato, um duelo pela conquista de visibilidade, de espaço, embusca do público consumidor. E isto coloca a religião num patamar que, talvez, não estivessena sua razão de ser (o re-ligar o ser humano ao divino), mas que é construído socialmentea partir dos sentidos estabelecidos pela sociedade do espetáculo: religião torna-se bem demercado, elemento de barganha, estratégia de marketing. E assim, como se diz no popular,tudo isto [b]-torna-se briga de cachorro grande-[/b] pois extrapola o espaço do estritamente religioso, uma disputa entre grupos religiosos, no caso, pentecostais, e ganha dimensões mais amplas.

Criticar Edir Macedo e Valdemiro Santiago e classificar de -baixaria- ou de -falso testemunho-o que assistimos nesta semana, com prorrogação certa por outras tantas, e inserir novas denúncias a uma ou a outra parte do duelo, é muito pouco e é desviar do ponto que dá sentido a este capítulo não-inédito.

[b]Ética nas mídias e ética na religião: quem se habilita? Comente.[/b]


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 Respostas Ética nas mídias e ética na religião: quem se habilita?

  1. Aderlan Tarcisio de Souza disse:

    todos nos viemos de um mesmo Deus ou pai entao que é Deus requer o respeito as outras religioes por mais q seja de Deus ou nao so cabe a Deus Julgar e tem uma parte da biblia q fala o proprio gamaliel fala se è Deus vai prosseguir……..

  2. Aderlan Tarcisio De Souza disse:

    o que eu nao aceito e nao concordo e servir a dois senhores ou serve a Deus ou nao; nao se pode ser homem de Deus e ser dono de um canal de televisao q so passa coisas do mundo q nao agrada a Deus entao alguem religioso mandou passar ou fazer essa reportagem e o marcelo rezende nao tem nada a ver.

  3. MAXNEY DIAS DE OLIVEIRA disse:

    Bom!

    Eu não sei qual a finalidade disso tudo, mais sei dizer que enquanto se gladiam, muitas ovelhas se perdem, deveriam se preocupar em ganhar almas para JESUS CRISTO e não se escandalizar, como pode dois lideres de um grande denominação se difamarem sem se preocupar com povo, onde está o exempl

  4. Rayyyfson s. o. disse:

    Infelisment vamos presenciar + uma vergonhoso comportament de lideres evangelicos, na briga por audiencia, puplico, e monopolio na televisao…ten tanta gent morrend, precisand ser alcançad pelo evangelho, mas…como ouvirao e crerao c os q pregam o evangelho envergonham com tais atitudes..

  5. RENATAFERREIRALOPES disse:

    INFELIZMENTE O EVANGELHO ESTA SENTO INVERGONHADO MAS A PALAVRA DE DEUS ESTA SENDO CUMPRIDA, FALSOS PROFERTAS

  6. ERNANDES disse:

    NA VERDADE É O SUJO FALANDO DO MAL LAVADO. A FÉ VIROU A VIA RÁPIDA PARA OS INESCRUPULOSOS FICAREM MILIONÁRIOS. A GENTE PERCEBE QUE ESSE PICARETA TRAVESTIDO DE RELIGIOSO NÃO CONSEGUE SEQUER MANTER A COMPOSTURA, SE REFERE AS PESSOAS COMO SERES INFERIORES E AOS SEUS RIVAIS DE FORMA IRÔNICA E PEJORATIVA



Sugestão de Leitura
Enquete

Deus pode usar a doença para provar uma pessoa?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...
Lista de Links
Copyright 2007-2012, Jota7.com - Todos os direitos reservados.