Frase do Dep.Marco Feliciano pelo twitter sobre africanos será analisada por corregedoria da câmara.

Publicado em 04 abril 2011


A frase do deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP), afirmando no Twitter, que os “africanos descendem de um ancestral amaldiçoado por Noé”, será analisado pela Corregedoria da Câmara dos Deputados. A presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias, deputada Manuela d’Avila (PCdoB-RS), disse que irá encaminhar as mensagens do parlamentar para o órgão.

Para Manuela d’Avila, as declarações são “bem graves” e “lamentáveis”. “Esse argumento religioso que justifica o racismo foi usado pela Igreja Católica há dois séculos para justificar a escravidão”, afirmou a parlamentar, em entrevista ao UOL Notícias.

A deputada disse que irá reunir as mensagens, apresentar na próxima reunião da Comissão e encaminhá-las à Corregedoria. “É o espaço adequado para se julgar e para que ele [Feliciano] possa se defender”, disse.

Para a parlamentar, é possível que, dependendo da decisão da Corregedoria, o caso vá parar no Comitê de Ética da Casa. “Na minha opinião, imunidade parlamentar não protege o crime de racismo. É garantido o direito da opinião, desde que honrada a Constituição”, afirmou D’Avila.

Por telefone, Feliciano disse que as mensagens foram publicadas por assessores, sem a sua aprovação. O parlamentar afirmou também que não considera as mensagens racistas. “Não foi racista. É uma questão teológica”, disse. “O caso do continente africano é sui generis: quase todas as seitas satânicas, de vodu, são oriundas de lá. Essas doenças, como a Aids, são todas provenientes da África”, acrescentou.

Após o contato da reportagem com a assessoria de Feliciano, a primeira mensagem foi apagada. Depois da entrevista ao UOL Notícias, o parlamentar republicou a mensagem.

Hoje, quase 20h depois das declarações, o deputado negou ser racista também no Twitter. “Tenho raízes negras como todos os brasileiros. Bem como dos índios e também europeus! Rejeito essas calunias infames! Aqui não seus desalmados”, disse Feliciano.

Marco Feliciano foi eleito deputado federal nas eleições do ano passado, com mais de 211 mil votos, e diz ter 30 mil seguidores no Twitter. “Sou afrodescendente, meu nariz é largo, meu cabelo é crespo. Tenho apoio do líder do movimento dos negros, pastor Albert Silva, de São Paulo”, defendeu-se.

Albert Silva, no entanto, nega que apóie Feliciano e discorda das opiniões do parlamentar. “As considerações dele são de foro íntimo. Como pastor negro e militante do movimento negro, eu considero um absurdo essa visão teológica do deputado. Viola o sentido explícito do relato bíblico”, afirma.

[s][b]Agora é a sua vez, qual a sua opinião?
Comente[/b][/s]


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 Respostas Frase do Dep.Marco Feliciano pelo twitter sobre africanos será analisada por corregedoria da câmara.

  1. roberto disse:

    ora ora , seu marco se não ha cunho racista porque culpar seus assessores? virou tu tambem Adão? pondo a culpa em Deus pela mulher e ele deu a ele?

  2. genilton fontes do nascimento disse:

    É lastimável,uma pessoa que se intitula pastor fale uma coisa dessa,é inadimissível e estar sujando a imagem das igrejas evangelicas.Quando um pastor se envolve em política, nem ele mesmo sabe o que é ser um pastor de verdade.Só teoria e prática ñ?,ou vc ñ prega oque vc vive? chega de maus exemplos!

  3. JOSE MELO disse:

    Quando se ocupa um cargo na política e quando se é acima de tudo um Cristão, é necessário ter muito cuidado com que se fala, Ma se errou assuma o erro. Essa atitude torna qualquer um digno.



Sugestão de Leitura
Enquete

Deus pode usar a doença para provar uma pessoa?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...
Lista de Links
Copyright 2007-2012, Jota7.com - Todos os direitos reservados.