É a ausência que dói…

Publicado em 18 julho 2014

Uma das coisas que mais irritava as pessoas que perseguiam Jesus, acredito eu, era a intimidade que Ele demostrava ter com Deus, a tal ponto de chamá-lo de Pai. E mais, ensinar todos que lhes ouviam a ter essa mesma aproximação tão íntima com o Todo Poderoso.
Até a vinda de Cristo, a forma de tratar com Deus passava por um ritual tão sério que se o sacerdote não estive bem podia não retornar desse encontro vivo, ele poderia ser fulminado.
“O templo de Jerusalém era o local onde se realiza o culto dos israelitas. Dentro do templo havia um lugar mais reservado chamado de Santo dos Santos. A importância desse local era muito grande porque uma vez por ano o Sumo Sacerdote, fazendo o papel de mediador entre Deus e os homens, entrava nele para levar o pedido de perdão pelos pecados de todo o povo. Ali representava a presença viva de Deus. Somente o Sumo Sacerdote tinha permissão de entrar, o acesso era restrito. Qualquer outro que entrasse seria morto.”
Mas graça a vinda de Cristo tudo mudou, e todos nós que o aceitamos, passamos a ter esse direito e nos tornamos sacerdotes.
“Mas vòs sois a geração eleita, o sacerdòcio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz;” 1 Pedro 2:9

O véu se rasgou
“E Jesus, clamando outra vez com grande voz, entregou o espírito. E eis que o véu do templo se rasgou em dois, de alto a baixo; e tremeu a terra, e fenderam-se as pedras;” Mateus 27:51

O que significa “o véu do santuário se rasgou”?

Os evangelistas Mateus, Marcos e Lucas relatam em seus textos o fato do véu ter se rasgado logo após a morte de Jesus Cristo na cruz. O véu se encontrava no santuário. Mas qual a relevância desse ato? Qual o significa para nós desse fato?
Esse local era separado do Lugar Santo por um pesado véu. Ao ultrapassar esse véu, o Sumo Sacerdote se achegava à presença de Deus mediando o contato entre Deus e o povo.
Quando a palavra registra que após a morte de Jesus o véu se rasgou, indica que, foi cumprida a missão naquele momento, Deus abriu o acesso, através de seu Filho, à Sua presença. Com o véu foi rasgado agora já não somos mediados por Sumos Sacerdotes, mas cada crente em Jesus Cristo é um sacerdote e tem livre acesso ao Pai.
“Mas quando você orar, vá para seu quarto, feche a porta e ore a seu Pai, que está no secreto. Então seu Pai, que vê no secreto, o recompensará.”Mateus 6:6
Não foram as acusações injustas, nem o abandono e a traição de seus amigos, nem as chicotadas, nem ter que carregar e ser pregado naquela Cruz, muito menos a morte certa que conseguiu ouvir algum clamor de Jesus, mas sim, a ausência do Pai. A única coisa que ele clama, que sofre, no meio de toda aquela dor, é não ter o Pai por perto.

“Eloí, Eloí, lamá sabactâni? que, traduzido, é: Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?” Marcos 15:34

Para desfazer ,o abismo entre nós e Deus, provocado pelo pecado, Cristo se tornou a ponte, o caminho.

Pr. Marcone Lázaro


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Sugestão de Leitura
Enquete

Deus pode usar a doença para provar uma pessoa?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...
Lista de Links
Copyright 2007-2012, Jota7.com - Todos os direitos reservados.