O amor é assim…

Publicado em 13 junho 2016

24Não se pode falar de Jesus, não se pode pregar Jesus, com um discurso que não fale de paz, restauração, salvação e amor.

Ninguém que fala em nome de Cristo pode desejar algo as pessoas, amigos ou inimigos, que não seja as boas novas de salvação.
Nos últimos tempos estamos sendo influenciados com um discurso, que na verdade sabemos de onde veio, quem criou, que de uma hora para outra o mundo começou uma guerra que não tem nada de fria, e sim, uma guerra quente, violenta regida totalmente pela intolerância e pelos pontos de vistas cada vez mais radicais. É claro que Deus não precisa ser defendido, mas é triste quando, por pura ignorância, alguém tenta se aproveitar de fatos lastimáveis, de pura violência, para denegrir, rotular negativamente a pregação do evangelho de salvação que está disponível a todos que querem. Sim aos que querem, ninguém nunca foi obrigado e nem será, para receber o amor de Cristo. Mas esse amor estará sempre à disposição, e para quem um dia recebeu fica a responsabilidade de propagar aos quatros cantos do mundo a existência de um caminho de paz, restauração e salvação.
Um dos homens mais intolerantes citado na Bíblia foi um jovem chamado Saulo, ele em nome do que acreditava, perseguia, prendia, julgava e matava. Seu intuito era pôr fim ao que ele chamada de seita, de loucos, de alienados. Só o que Saulo não sabia era que o que ele perseguia era fundamentado no amor e não na guerra, era no dar a outra face e orar pelos os que os perseguem, era obrigado a guarda a espada, e se por ventura alguém a usasse para ferir o inimigo, o amor viria logo depois para recolocar a orelha no local de origem. Toda ignorância do sanguinário Saulo é dissipada quando em um momento de sua vida seu caminho se cruza com o amor, sim, ele não pode, nem ninguém pode suportar de pé a voz que ele ouviu. É a mesma voz que tem ecoado em todos os cantos do mundo, por muitas pessoas, emissários marcados no corpo e na alma, pregadores do evangelho de salvação.
O mesmo que perseguiu, matou, lutou para acabar com os ensinamentos de Cristo, é o que depois de uma vida de sofrimentos; cadeia, açoites, espancamentos, vários naufrágios e até picada de cobra venenosa chegando quase a morte disse; “Aí de mim se não pregar o evangelho”.
Esse homem consegui descrever o amor de Cristo de uma maneira que ninguém jamais conseguiu.

O amor nunca desiste.
O amor se preocupa mais com os outros que consigo mesmo.
O amor não quer o que não tem.
O amor não é esnobe,
Não tem a mente soberba,
Não se impõe sobre os outros,
Não age na base do “eu primeiro”,
Não perde as estribeiras,
Não contabiliza os pecados dos outros,
Não festeja quando os outros rastejam,
Tem prazer no desabrochar da verdade,
Tolera qualquer coisa,
Confia sempre em Deus,
Sempre procura o melhor,
Nunca olha para trás,
Mas prossegue até o fim.
I Co. 13 – Mensagem

“Pior que a morte é morrer sem conhecer o amor do dono da vida…”

Pr. Marcone Lázaro


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Sugestão de Leitura
Enquete

Deus pode usar a doença para provar uma pessoa?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...
Lista de Links
Copyright 2007-2012, Jota7.com - Todos os direitos reservados.