O menino e o fogo

Publicado em 29 junho 2015

A perfeição e a beleza do fogo, aquela chama multicolor uma hora amarela outra hora azul produz um magnetismo que não tem igual, a vontade de tocar é insuportável. Parece que o fogo está vivo, quanto mais nos aproximamos, mais ele se intensifica.

Na pontinha do pé, se esticando o máximo possível:

– Eu preciso tocá-lo, só poder senti-lo um pouquinho. Com certeza isso não faz mal a ninguém.

– Filho, nem pense. Se afasta dessa vela. Não toque. É perigoso e você vai se queimar. Alguém pode colocar esse castiçal num lugar onde essa criança não possa alcançar?

– Que coisa chata! de novo, ninguém deixa eu fazer o que quero. Buáaáááá

Deus não é um careta, autoritário que tem prazer em cortar o barato da humanidade. Ele não se satisfaz com a obediência, a submissão do homem. Ele não necessita de nenhuma atitude nossa, seja boa ou ruim, para que Ele seja o que é.

Desde os primórdios que vemos essa constante luta entre um pai preocupado com o filho encantado, desafiado a tocar no fogo. Mesmo sendo impedido constantemente. O desejo da humanidade é sempre ir contra o direcionamento que nos protege do mal.

As regras do Pai não são feitas para seu próprio prazer, para mostrar seu grande poder e domínio, muito pelo contrário, se formos analisar bem, tirarmos a venda do desejo inconsequente, perceberemos que na verdade tudo é para nos proteger.

A beleza e perfeição da chama queima, dói, muitas vezes nos deixa cicatrizes profundas que nunca vão sair.

Não se aproximar, não tocar, não provar são coisas que protegem quem mais amamos, mas a nossa natureza desafiadora, influenciada por um desejo louco de independência, de ser dono do próprio nariz, nos conduz para satisfação do desejo sem querer saber do futuro e do resultado final.

Para a criança a preocupação do pai que quer lhe impedir de tocar no fogo, não faz sentido. Por ela não ter noção do perigo, o pai preocupado insiste, protege até mesmo com leis e imposições. Mas sabemos que a decisão de tocar ou não no fogo vai ficar para cada um de nós. Com certeza em algum momento seremos só nós e a vela, e nada nem ninguém poderá nos impedir (livre arbítrio).

A beleza, o calor, a ousadia, o prazer do proibido nos enche com a satisfação intensa, de faço o que quero e ninguém manda na minha vida, logo aumenta a intensidade, e o calor agradável inicial, começa a queimar, tornando o que antes era prazeroso, em momentos de dor, sofrimento insuportável e choro, muito choro.

Há os que correm para os braços do pai, e os que preferem sofrer sozinhos (orgulhosos) para não ter que ouvir:

Eu não falei para você não brincar com fogo?

Mesmo exortando, o pai cuida, tranquiliza e com o tempo ficamos sarados. Mas a cicatriz fica, ela será nossa companheira pelo resto da vida.

O Pai que criou as regras, sempre vai nos perdoar, mas as consequências infelizmente teremos que colher.

“Não se deixem enganar: de Deus não se zomba. Pois o que o homem semear, isso também colherá. Quem semeia para a sua carne, da carne colherá destruição” Gálatas 6.7-8

Talvez a nossa total liberdade hoje, seja a nossa grande prisão no futuro.

A partir do momento que o homem decidi trilhar seu próprio caminho, ele assume o bônus e o ônus de suas decisões.

Jesus através de uma de suas parábolas, fala sobre a decisão de um filho, em desobedecer ao pai, fazendo tudo ao contrário. O jovem abandona o lar e a segurança da presença do pai, para se lançar de cabeça no mundo e fazer tudo, tudo que tinha vontade.
O resultado é um homem maltrapilho, acabado, faminto se arrastando no único caminho que ele tinha certeza que acharia um pouco de paz.

Não há melhor lugar que o centro da vontade de Deus.

“Dizendo: Pai, se queres, passa de mim este cálice; todavia não se faça a minha vontade, mas a tua.” Lucas 22.42

Há um anel, roupas novas é uma grande festa preparada pelo mesmo Pai que um dia disse: Menino não toque nesse fogo.

Basta encontrarmos o caminho de volta.

João 14.06


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Sugestão de Leitura
Enquete

Deus pode usar a doença para provar uma pessoa?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...
Lista de Links
Copyright 2007-2012, Jota7.com - Todos os direitos reservados.